Logo
Projeto de Resolução Nº 004/2019

Regime: Tramitação Ordinária

Ementa: DISPÕE SOBRE ALTERAÇÃO DA RESOLUÇÃO Nº 002/2011, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS
Autor: Mesa Diretora




A Mesa da Câmara Municipal de Itariri, no uso de suas atribuições legais,  e com fundamento no inciso I do artigo 27 da Lei Orgânica do Município, FAZ SABER, que a Câmara aprovou e ele promulga a seguinte Resolução:

 

Art.1º-             Ficam acrescidos à Resolução nº 002 de 17 de Agosto de 2011, os artigos 8º-A-; 8º-B-; 8º-C-; 8º-D- 8º-E- 8º-F- e 8º-G-,constantes do Capitulo VI, a vigorar com a seguinte redação:

 

“Capítulo VI

Da Licença-Prêmio

 

Art.8º-A-         O servidor público ocupante exclusivamente de emprego público de provimento efetivo, terá direito, a cada cinco anos contínuos de efetivo exercício, a Licença-Prêmio de 60 (sessenta) dias, sem prejuízo de seus vencimentos.

Parágrafo único- O gozo da licença prêmio pode ser de uma só vez ou em parcelas, e, neste último caso, em períodos não inferiores a 20 (vinte) dias tendo em vista a necessidade de serviço e o interesse público.

Art.8º-B-         Não se concederá licença prêmio ao servidor que tiver:

  1. sofrido penalidade administrativa;
  2. tenha 5 (cinco) faltas injustificadas ao serviço;
  3. tenha se afastado do cargo em virtude de condenação à pena privativa de liberdade por sentença definitiva;
  4. percebido da Previdência Social prestações de acidente de trabalho ou de auxílio-doença por mais de 90 (noventa) dias, contínuos ou não;

IV-  obtido licença sem vencimentos por prazo superior a trinta dias.

  1. obtido licença com vencimentos, qualquer que seja.

 

§.1º-  O período em que o servidor estiver em gozo da  Licença-Prêmio será considerado de efetivo exercício para todos os efeitos legais.

§.2º- Na hipótese de haver o servidor obtido licença para tratar de assuntos particulares por mais de 30 (trinta) dias ou percebido da Previdência Social (RGPS) prestações de acidente de trabalho ou auxílio-doença por mais de 60 (sessenta) dias, contínuos ou não, o período aquisitivo será encerrado no início do afastamento e um novo período aquisitivo iniciar-se-á a partir do dia do retorno do servidor às suas atividades.

 

 

§.3º- Para fins de concessão da Licença Prêmio, em caso de “ falta médica”, serão consideradas como justificadas somente as ausências que apresentarem  Atestado do profissional médico, com CRM, não sendo aceitas Declarações de  Comparecimento, emitidos por outros profissionais, incluindo às áreas de psicologia, odontologia, etc., salvo em caso de urgência / emergência.

§.4º- Ausências constantes, mesmo que descontínuas e justificadas, para tratamento de saúde, ou outra finalidade, serão somadas, equivalendo-se ao disposto para  licença, conforme descrita no parágrafo  segundo deste artigo.

Art.8º-C-         Até 30 (trinta) dias da licença-prêmio poderão ser convertidos em pecúnia, a critério da Presidência, sendo os dias restantes reservados exclusivamente para gozo.

§.1º- A base de cálculo da Licença-prêmio convertida em pecúnia é a totalidade da remuneração que o servidor estiver recebendo quando de sua concessão.

§.2º-  A conversão em pecúnia não poderá comprometer o limite de gasto com pessoal do Poder Legislativo, sendo nesta hipótese, obrigatoriamente indeferida ou postergada para o exercício subsequente.

 

Art.8º-D-         O gozo ou conversão em pecúnia da Licença-Prêmio deve ser requerida pelo servidor público, sendo que o deferimento dependerá de autorização do Presidente da Câmara Municipal, que considerará, para tal, a disponibilidade financeira ou o atendimento das necessidades de serviço.

 

Art.8º-E-         O servidor público aguardará em exercício do emprego público de que for titular, a expedição do ato concessório da Licença-Prêmio, em gozo ou pecúnia, sob pena de indeferimento do pedido.

 

Art.8º-F-         Dependerá de novo requerimento o gozo de Licença-Prêmio deferida pelo Presidente da Câmara Municipal e não iniciada dentro de trinta dias contados da data de expedição do ato que a houver concedido.

 

Art.8º-G-         A licença-prêmio não gozada em razão de morte ou exoneração a pedido, será transformada em pecúnia, integralmente, em valor correspondente a última remuneração recebida”.

 

Art.2º-             Ficam alteradas as numerações dos capítulos VI e VII, constantes da Resolução nº 002 de 17 de Agosto de 2011, que passarão a denominar-se Capítulos VII e VIII, respectivamente, vigorando com a seguinte redação:

 

 

 

 

 

“CAPÍTULO VII

Do Enquadramento

 

CAPÍTULO VIII

Das Disposições Finais”

 

 

Art.3º-             Ao servidor público, que na data da promulgação desta Resolução, tenha completado os 5 (cinco) anos de efetivo exercício e preencher os demais requisitos necessários para usufruir do benefício ora instituído, poderá ser concedido um período de Licença respectivo.

 

Art.4º-             As despesas decorrentes da execução da presente Resolução, serão atendidas por conta das dotações próprias, consignadas no Orçamento vigente e suplementadas se necessário.

 

 

Art.5º-             Esta Resolução entra em vigor da data de sua publicação.

 

 

MESA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ITARIRI

EM, 07 DE AGOSTO DE 2019

 

 

Carlos Rocha Ribeiro

Presidente da Câmara

 

 

 

 Sergio Hideki Kian                                                                    Marcelo Britto

1º Secretario                                                                             2º Secretario

 

 

 

 

 

 

 

 

MENSAGEM

 

 

Senhores Vereadores

Temos a honra de passar às mãos de Vossas Excelências o Projeto de Resolução, em anexo que dispõe sobre alteração da Resolução nº 002/11, instituindo aos Servidores efetivos da Câmara, os mesmos benefícios da Licença Prêmio, concedida aos Servidores da Prefeitura.

Outrossim, informamos que tal objeto já foi analisado pelo Setor contábil da Câmara, tendo sido elaborado o respectivo relatório do impacto financeiro que alcançará a medida proposta.

Solicitamos o apoio e colaboração dos Nobres Edis na apreciação e posterior aprovação da matéria anseio dos servidores efetivos da Câmara.

 

Atenciosamente

 

MESA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ITARIRI

EM, 07 DE AGOSTO DE 2019

 

 

 

Carlos Rocha Ribeiro

Presidente da Câmara

 

 

 

 Sergio Hideki Kian                                                                 Marcelo Britto

1º Secretario                                                                          2º Secretario

 




Sessão Data Expediente
Ordinária 21/08/2019 Ordem do dia


Data Descrição Tramitação Status
07/08/2019 Recebido Entrada Tramitando
16/08/2019 Encaminhado para a Sessão de 21/08/2019 Expediente Tramitando



Nº Doc. Tipo Doc. Data Ação
Estudo de Impacto Financeiro 23/2019 - CT 14/08/2019

Informações da Câmara

CÂMARA MUNICIPAL DE ITARIRI – SP

Rua Benedito Calixto, 177 – Centro

Dias de Funcionamento: 2ª a 6ª feira

Expediente: 08:00 – 12:00 h / 13:00 – 17:00 h

Email: diretoria@camaradeitariri.sp.gov.br

Telefone: (13) 3418-1216 / (13) 3418-1614

www.camaradeitariri.sp.gov.br

Nossa Localização